Francisco da Rocha Pacheco, o “Chico Castelo”

A Junta de Freguesia da Vila de Porto Judeu acaba de descerrar placa toponímica em homenagem ao “Chico Castelo” na estrada conhecida como Estrada da Baía. A partir de hoje, 13 de junho de 2018, passará a ser chamada de “Estrada Francisco da Rocha Pacheco”.
Em dia de homenagem e em nome do Porto Judeu, o nosso MUITO OBRIGADO a este homem que trabalhou sempre em prol da terra que o viu nascer.
À família e amigos que nos facultaram a sua biografia, um reconhecido agradecimento.
“Francisco da Rocha Pacheco nasceu a 21 de junho de 1944 na então freguesia de Porto Judeu. Filho de uma família de lavadores (o pai oriundo do Porto Judeu e a mãe da Feteira), com três filhos, era o mais velho.
Após ter terminado a 4ª classe e feito o exame com distinção, vai para o Brasil em 1958, com 13 anos de idade, com uma carta de chamada de um tio que já lá estava. No Rio de Janeiro, morando em casa do seu tio, vai trabalhar para o açougue (talho) deste. Iniciava assim a sua aprendizagem no corte de carne, tendo aos 15 anos de idade recebido a sua carteira profissional.
Quando tinha 21 anos regressa à Portugal, com o intuito de matar as saudades da família. Nesta sua permanência na ilha, conhece Maria dos Santos, com quem veio a casar-se mais tarde.
Passado algum tempo, compra um açougue no Rio, e começa, com o seu irmão, a trabalhar por sua conta. Em 1981 regressa a Portugal com a família e inicia uma nova vida. Torna-se agricultor.
A sua qualidade de colaborar e de estar sempre presente no auxílio aos outros fez com que, aos poucos, fosse se envolvendo em diversas atividades na freguesia, como membro de várias direções – Sport Club Barreiro, Sociedade Recreativa Brianda Pereira, Casa do Povo e Império do Terreiro do Porto Judeu. Sendo um exímio marchante, colaborava nas coroações e nos bodos especialmente no abate do gado e desmancha das carnes, trabalho sempre voluntário.
Durante vários mandatos tem presença fincada no órgão local da freguesia, quer como presidente da Assembleia de Freguesia, no mandato 1993-1997, quer como Secretário da Junta de Freguesia, nos mandatos 1997-2001 e 2001-2005.
Fez partes dos órgãos sociais da Associação Cultural do Porto Judeu, apoiando sempre as atividades da mesma.
A Assembleia de Freguesia do Porto Judeu na sua sessão de setembro de 2005, aprovou um voto de louvor, por todo o trabalho desenvolvido na Junta de Freguesia, como reconhecimento da sua dedicação e empenho em prol da sua terra, da sua gente e das suas instituições, sendo um exemplo desse trabalho esta zona balnear, onde hoje lhe prestamos esta homenagem.
Em 2007, um súbito mal-estar contínuo prediz o anúncio da sua morte, a qual veio a acontecer em agosto de 2007, ceifando uma vida de 63 anos, ainda com muito para dar, e da qual dedicou mais de 20 anos ao serviço da sua comunidade.
No seu funeral compareceram centenas de pessoas quer do Porto Judeu quer das freguesias vizinhas, sendo também acompanhado da Filarmónica da Associação Cultural do Porto Judeu que assim quiseram prestar uma última homenagem, ao Chico Castelo.
Francisco da Rocha Pacheco foi um homem respeitado por todos os que o conheceram e muito estimado e considerado pelos seus amigos.
Para além da família e dos amigos, deixa um considerável contributo visível na vila de Porto Judeu e a certeza de que o Chico Castelo, como também era conhecido, por muitos será lembrado.”

Homenagem ao “Chico Castel”

A Junta de Freguesia da Vila de Porto Judeu convida toda a população para o descerrar de placa toponímica em homenagem ao “Chico Castel” na estrada conhecida como Estrada da Baía.
A homenagem acontecerá pelas 18h00.
A partir de 13 de junho de 2018, aquela estrada passará a ser chamada de “Estrada Francisco da Rocha Pacheco”.

Época Balnear 2018

Abertura da época balnear 2018 com cerimónia oficial na zona balnear da Baía do Refugo.
Dia 15 de junho, pelas 10h00.
Contamos com a presença de todos!